Paralelo XIV pretende oferecer novas idéias e visões sobre o mundo, o universo como um todo e nós, seres vivos. Acreditamos que é preciso criticar-nos a cada momento, buscando novas visões, quebrar paradigmas e , assim, romper o imobilismo do que está estabelecido, em prol de uma dinâmica do conhecimento.

Senso crítico é essencial, e o disseminaremos sempre, mostrando às pessoas as vantagens e o poder de pensar por si só, com a própria cabeça, sem influências de qualquer natureza, tais como mídia, religião e ideológicas em geral.

Sabemos que o mundo, como o conhecemos, é formado de várias camadas, e é o dever de todo aquele que sabe, ajudar os demais a enxergá-las, libertando-se da alienação proposital proporcionada por vários interesses, especialmente daqueles que continuam a desejar a cegueira do homem.  Nós estamos despertos, porque sabemos que nada sabemos.

Acreditamos também que nosso saber carece de síntese, e que isso ocorre devido à extrema compartimentagem entre campos díspares do saber – resultado da especialização crescente.   Não há diálogo interdisciplinar satisfatório e construtivo, que nos faça avançar rumo a novos conhecimentos.  Isso é proposital no meio acadêmico, pois é a força do estabilishmment, para manter o status quo.

Todavia, nós, leigos pensadores, temos a liberdade de reunir e acomodar uma vastidão de conceitos e descobertas, buscando um todo coerente e que faça sentido.  Para, a partir daí, descobrir a dinâmica e as leis das coisas em si.

Nós não precisamos rodar o mundo em busca de respostas, porque somos aqueles que farão com que o trabalho braçal e o suor dos pesquisadores, pessoal de campo e outros profissionais, valham a pena, porque não carecemos de perspectiva, e não temos pudores científicos.  Temos, sim, o que falta à ciência materialista hodierna: uma mente aberta a novas possibilidades.

Nossa ousada pretensão é colaborar para que possamos, juntos, polir e lapidar esse diamante de mil faces, todas verdadeiras, chamado Verdade.

Os Autores